Thursday, April 3, 2008

Dá-me quem seja
Apruma-me as asas
Sonha-me inteiro

Recruta-me para a vida
Dançando-me descalça
Na gruta dos meus silêncios

Já sou teu
Já vivo no teu gosto
Agora só basta comer do teu fruto.

1 comment:

Papoila said...

Passei para te ler ...
E vou saciada com as tuas palavras

Beijos
BF