Monday, March 12, 2007

Cabelo moldura
Do sorriso de criança feliz
Assomo de luz em gargalhada
E sonhos coloridos em frente ao olhar
Beleza que se sente
Que se toca cá dentro
Por nos tomar de surpresa
E nos suspende
Por um instante
Em que nos pomos em bicos de pés
Para chegar ao alto deste sorriso
Queremos ser maiores
Melhores
Mais qualquer coisa
Para estar à altura deste sorriso
Para sermos dignos de o beber em nós
Naquilo que cá sentimos dentro
Naquilo que queremos continuar a sentir
Por a ver sorrir
E somos sorriso também
Também somos luz
E somos sonho
Por nos tocar este sorriso
Que é preciso
Que é palco
Onde se vive a beleza
A certeza
A vitória de ser belo
A glória de ser simples
E simplesmente ser vida
Que convida
Que acolhe
Que desassossega
Nos dá refrega
De querermos mais
De querermos ainda
O que nos lembra que podemos ser mais
Que somos mais
Que nunca deixámos de ser
E nos lembramos de quem somos
E sempre fomos
Ao tocar-nos este sorriso
Este olhar
Este quadro vivo que me pinta
Nas cores que me animam
De poder ser feliz.

2 comments:

Cristina said...
This comment has been removed by the author.
Katy said...

Adorei muito o poema. Beijos desta tua nova amiga Catarina.