Tuesday, January 16, 2007

Estar comigo é sempre igual
E sempre diferente
É ver que eu sou imensa gente
Neste meu corpo que olha em frente

Estar comigo é sempre natural
E sempre pungente
Pois sou este que nunca mente
E a mentir vou estando ausente

Estar comigo é estar contigo
E estar solitário
Viver de sonhos ao contrário
Com rasgos de sentir primário

Estar comigo é amar-te
E de mim ter amor
Porque amar-te é estar em flor
Num jardim da tua cor.

2 comments:

Xana said...

Olá

Escolhi este teu poema para deixar o meu primeiro comentário, porque o achei, muito parecido comigo ou seja achei que me identificava com estas palavras....

Fico contente, por ter sido a "conselheira" na criação deste teu blog e agora que já estás "ligado" ao meu, virei visitar e comentar com mais frequência. Nos ultimos dias andei um pouco afastada do meu blog e agora estou de volta.

Beijinhos

Rita A. said...

opss..não sei o que aconteceu ao meu nick..mas não é aquele...